Confiança do empresário do comércio é a maior desde 2014

27 dez 2018

O Índice de Confiança do Empresário do Comércio (ICEC) alcançou, em dezembro, o melhor resultado desde abril de 2014. O estudo realizado pela Fecomércio-RS, divulgado nessa quinta-feira (27), mede as Condições Atuais do Empresário (ICAEC) e avalia suas percepções com relação ao momento da economia e do setor.

O ano de 2018 registrou a quarta alta seguida, mas o índice ainda se manteve em patamar considerado pessimista. O resultado de dezembro superou o índice de dois períodos marcantes: abril de 2014, antes da realização da Copa do Brasil, e maio de 2018, antes da greve dos caminhoneiros, que fez a confiança diminuir bastante nos meses decorrentes. O resultado desse ano supera também em 11,1% o mês de dezembro do ano passado.

Outro indicador divulgado foi o IEEC, que mede as expectativas dos empresários quanto ao futuro. Ele registrou aumento de 9% em relação ao mesmo período no ano passado e o quinto mês consecutivo de crescimento. O que demonstra confiança do meio empresarial em relação às mudanças na economia e com a lenta mas gradual geração de empregos, além das possíveis privatizações e reformas que devem ocorrer a partir de 2019.

O índice referente aos investimentos do empresário do comércio (IIEC) também cresceu com variação de 16,9% em relação ao mesmo período do ano anterior e 5,6 em relação a novembro desse ano, atingindo o maior valor desde maio de 2014. O IIEC de dezembro de 2018 teve destaque para contratação de funcionários.

Isso, para o presidente da Fecomércio-RS, Luiz Carlos Bohn, está ligado à troca no comando do governo. “O novo governo tem entre suas propostas a contenção de gastos públicos, privatizações, concessões e abertura comercial. Além disso, há boas perspectivas na realização de reformas importantes para o país”, explica. As informações são da Assessoria de Comunicação da Fecomércio-RS.

Texto: Guilherme Bicca

Foto: Freepik



.